Preço da soja dispara nos EUA

16 de fevereiro de 2018 - 17:00

Alta de 10,75 centavos de Dólar

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (13.02) alta de 10,75 centavos de Dólar no contrato de Março/18 (referência para o Brasil), fechando em US$ 10,1175 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 9,75 e 10,00 pontos.

O mercado norte-americano da soja ampliou os ganhos nos principais contratos futuros, consolidando o patamar de US$ 10 por bushel. A T&F Consultoria Agroeconômica destaca que a oleaginosa disparou nada menos que 29 pontos entre segunda e terça-feira de Carnaval “em consequência de novas preocupações com o clima da Argentina e a possibilidade de queda nas exportações de farelo do país, maior exportador mundial do produto”.

A Consultoria AgResource corrobora o suporte do farelo da soja e as quebras de safra se intensificando na Argentina, na falta de chuvas para reverter o quadro de estresse vegetal: “A maioria da soja argentina entra em estágios de reprodução final, onde as chuvas regulares eram necessárias para manter um potencial produtivo saudável. No entanto, os mapas climáticos para os próximos 15 dias não trazem chuvas generalizadas, nem mesmo de alta intensidade pluviométrica para as principais regiões produtoras no país”.

“Fontes da Argentina já discutem quebras de quase 10 MTs das estimativas iniciais da produção de soja no país. A ARC alerta que chuvas são necessárias imediatamente, e mesmo com que os mapas melhores para o fim de fevereiro, uma recuperação do potencial produtivo será bastante limitada. A CBOT agora define novos patamares com as perdas na Argentina ultrapassando os ganhos de produção no Brasil”, conclui a AgResource.
.
.
Fonte: https://www.agrolink.com.br