VOCÊ CONHECE SOBRE O GESSO AGRÍCOLA?

2 de julho de 2018 - 09:21

Para quem vive da terra, é evidente o crescimento da demanda por alimentos e a pressão pelo aumento da produtividade.

Enfrentar o desafio de manter a força da atividade agrícola sem prejuízos ao bolso do produtor e ao meio ambiente depende de práticas que ajam na raiz do problema no campo. O Gesso Agrícola é um insumo aliado da produtividade e qualidade na agricultura. O Gesso de fonte mineral/sedimentar é usado desde as eras Grega e Romana como fonte de nutrientes para os cultivos. Hoje o insumo assume um papel ainda maior graças a descoberta de outras potencialidades vitais. Particularmente no Brasil, a gessagem (prática de aplicação do insumo) passou a ser utilizada na agricultura após a implantação de indústrias de ácido fosfórico e, consequentemente, do Gesso Agrícola. A prática se torna cada dia mais importante, senão indispensável, para o manejo de solos já agricultáveis, como também em solo de cerrado, para onde as fronteiras agrícolas do país se expandem.
Agricultura responsável
O Gesso Agrícola tem um excelente resultado como condicionador do solo, faz parte do contexto de diversas ações e práticas que possibilitam a manutenção de uma agricultura responsável e um ambiente saudável para as novas gerações:
- Ajuda no aumento da produtividade vertical das lavouras (maior produtividade em um pequeno espaço físico), diminuindo as pressões pela busca de novas áreas de cultivo;
- Ajuda na racionalização do manejo da água na atividade agrícola, uma vez que seus efeitos provocam um melhor aproveitamento da água em profundidade de áreas plantadas;
- Facilita a prática de plantio direto, pois soluciona o problema da baixa fertilidade em profundidade, sem a necessidade de resolver o solo, evitando assim a erosão;
- Já é utilizado com bons resultados em áreas de reflorestamento, tanto para extração de madeira, quanto para preservação ambiental;
- Ao ser usado como insumo na agricultura, o Gesso deixa de ser um subproduto que era acumulado ao redor das fábricas e passa a ser uma solução para o agricultor.

Fonte: http://www.solosfertilizantes.com.br